Renato Feder dança pela segunda vez com Bolsonaro

Renato Feder (Gilson Abreu/AEN)

O presidente Jair Bolsonaro está em uma fase indecisa e está na retaguarda depois do filho virar notícia por rachadinha no período em que era deputado estadual no Rio de Janeiro.

Depois de confirmar Renato Feder no Ministério da Educação e Cultura, Bolsonaro voltou atrás em uma clara indicação de estar politicamente no fundo do bolso ao deixar se levar por grupos ideológicos.

Para Feder restou permanecer no Paraná, tudo indica como secretário.

O nome da vez é do reitor da Universidade do Oeste de Santa Catarina (Unoesc), Aristides Cimadon.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here