Toninho da Farmácia e Zezinho do Sabará vão ser julgados pela Comissão de Ética

Zezinho do Sabará e Toninho da Farmácia (Foto: Thays Rovani/CMC)

Os vereadores pedetistas que apoiaram o “Plano de Recuperação Fiscal” no início da gestão do prefeito Rafael Greca vão passar por julgamento na Comissão de Ética do PDT, por infidelidade partidária, na quinta-feira, na sede estadual da legenda.

O partido deve tentar pedir o mandato dos parlamentares na Justiça Eleitoral, o que pode mudar novamente o quadro na Câmara Municipal de Curitiba.

Toninho e Sabará devem seguir para o Democratas, partido de Greca, para disputarem a eleição de quatro de outubro, inchando a sigla – a previsão da legenda é filiar até oito parlamentares na janela de transferência, que abre em menos de um mês, dia quatro de março.

6 COMENTÁRIOS

  1. Este partido PDT é partido de fracos …
    Diretoria protegeu estes vereadores….
    Agora não adianta expulsar
    Eles mudaram p base do prefeito p fazer o que sempre fizeram…
    Sugar….

  2. A expressão “tudo acaba em pizza” é muito usada para expressar a infelicidade com a política brasileira. Ela se popularizou durante a crise política de 90, para depor Fernando Collor. Hoje, é uma dura crítica ao vício nacional sobre a impunidade dos crimes políticos e as negociatas que envolvem puro nepotismo em indicações politícas.
    A expressão até ganhou data de nascimento. O dia 31 de julho de 1992 ficou sendo o dia oficial do termo.
    Mais um sabor foi publicado no dia 17 de janeiro de 2020 e está no cardápio do Diário Oficial da Câmara Municipal de Curitiba, justo na Republica de Curitiba.
    No partido de um presidenciável de esquerda, agremiação partidária que tem como premissas Trabalho, Educação e Democracia.
    Acontece que dois populares infiéis que sistematicamente votaram contra o PDT, os munícipes e os servidores municipais, após várias denuncias tiveram seu pedido de expulsão encaminhados. Ai entra a pizza uma advogada militante e com cargo de expressão na executiva municipal do PDT, em reunião com um dos negociados deu a receita para evitar a fatiga e o constrangimento um cargo na presidência do partido na Câmara de Vereadores de Curitiba. Curiosamente em 17 de fevereiro saiu uma nomeação que aparece com seu sobrenome .
    Pois é mais as coisas não correram tão bem, o processo foi judicializado e na 1ª instância vitória do partido com um despacho do Juiz , validando o processo de expulsão. Mais um recurso ao TJ, vem a bomba para os fiéis do partido e a hora da onça beber agua para outros atores no processo.
    Agora, que tal uma pizza com tudo o que tem direito parabéns aos vereadores que não serão expulsos, ao nomeado do dia 17 e a advogada que de trânsito entende que nos registros esteve a frente de uma Secretaria de transito na capita de 2013 a 2016 e que principalmente tem um pé lá e outro cá.

  3. A expressão “tudo acaba em pizza” é muito usada para expressar a infelicidade com a política brasileira. Ela se popularizou durante a crise política de 90, para depor Fernando Collor. Hoje, é uma dura crítica ao vício nacional sobre a impunidade dos crimes políticos e as negociatas que envolvem puro nepotismo em indicações politícas.
    A expressão até ganhou data de nascimento. O dia 31 de julho de 1992 ficou sendo o dia oficial do termo.
    Mais um sabor foi publicado no dia 17 de janeiro de 2020 e está no cardápio do Diário Oficial da Câmara Municipal de Curitiba, justo na Republica de Curitiba.
    No partido de um presidenciável de esquerda, agremiação partidária que tem como premissas Trabalho, Educação e Democracia.
    Acontece que dois populares infiéis que sistematicamente votaram contra o PDT, os munícipes e os servidores municipais, após várias denuncias tiveram seu pedido de expulsão encaminhados. Ai entra a pizza uma advogada militante e com cargo de expressão na executiva municipal do PDT, em reunião com um dos negociados deu a receita para evitar a fatiga e o constrangimento um cargo na presidência do partido na Câmara de Vereadores de Curitiba. Curiosamente em 17 de fevereiro saiu uma nomeação que aparece com seu sobrenome .
    Pois é mais as coisas não correram tão bem, o processo foi judicializado e na 1ª instância vitória do partido com um despacho do Juiz , validando o processo de expulsão. Mais um recurso ao TJ, vem a bomba para os fiéis do partido e a hora da onça beber agua para outros atores no processo.
    Agora, que tal uma pizza com tudo o que tem direito parabéns aos vereadores que não serão expulsos, ao nomeado do dia 17 e a advogada que de trânsito entende que nos registros esteve a frente de uma Secretaria de transito na capita de 2013 a 2016 e que principalmente tem um pé lá e outro cá.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here