sábado, abril 13, 2024
spot_img
spot_img
spot_img
InícioEconomiaMelhoria da produção agrícola passa por sistemas de irrigação

Melhoria da produção agrícola passa por sistemas de irrigação

spot_img

A comitiva paranaense liderada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) está prosseguindo com suas agendas no estado do Nebraska, nos Estados Unidos, concentrando-se no conhecimento de tecnologias empregadas em sistemas de irrigação. Nesta quarta-feira (21), a delegação se encontrou com representantes da Valley Irrigation, uma gigante do setor com presença em mais de 100 países, incluindo o Brasil.

O foco principal da delegação paranaense, composta por representantes do governo, setor produtivo, cooperativas agrícolas e a Ag4Up, que auxiliou na organização da viagem, está nos chamados “pivôs de irrigação” – ferramentas modernas amplamente utilizadas nos Estados Unidos e em algumas regiões da Europa. Esses sistemas de irrigação mecanizados movem-se em círculo ao redor de um ponto central, irrigando grandes áreas de terra de maneira uniforme e eficiente.

O governador Ratinho Junior destaca que, com um planejamento adequado, investimento em tecnologia e capacitação dos produtores, os pivôs de irrigação têm o potencial de aumentar a competitividade do agronegócio paranaense. Ele enfatiza que, ao empregar essa tecnologia de maneira apropriada, o Paraná pode impulsionar a produção agrícola, diversificar culturas, gerar mais empregos e renda, além de contribuir para a segurança alimentar no Brasil e no mundo.

No caso da soja, cuja colheita recorde de 1,2 milhão de toneladas em janeiro resultou em exportações de US$ 542,2 milhões para o estado, o aumento da produtividade é estimado em 20% em comparação com áreas não irrigadas. Em pastagens para gado, o aumento chega a 50%, enquanto nas plantações de milho, também uma parte significativa da safra estadual, os ganhos podem atingir até 70%.

Outro aspecto relevante é a crescente pressão para o uso sustentável da água globalmente, tornando a implementação de sistemas de irrigação ainda mais crucial. O uso de pivôs de irrigação permite um controle preciso da quantidade de água aplicada, sendo mais eficiente do que métodos tradicionais, minimizando as perdas por evaporação e reduzindo os custos de produção. Esse sistema também pode ser utilizado para aplicar fertilizantes e defensivos agrícolas de maneira mais eficiente, otimizando o uso desses insumos.

A Valley Irrigation, pioneira mundial no uso de pivôs de irrigação, conta com mais de 11 mil colaboradores, concentrados principalmente nos Estados Unidos. No Brasil, o país sul-americano representa o segundo maior mercado consumidor da empresa, que possui uma fábrica em Uberaba e uma distribuidora em Ribeirão Preto.

O vice-presidente de Estratégia da Valley Irrigation, Darren Siekman, destacou que a empresa tem uma longa história de relações com o Brasil e que a tecnologia pode ajudar os agricultores paranaenses a aumentarem sua produção. Ele enfatiza que a visão do produtor, obtida por meio do pivô, é crucial para modernizar o campo, e a intermediação do governo acelera esse processo, podendo fazer do Paraná o líder em produção de grãos na América Latina.

Além disso, a expansão da área irrigada, tanto na instalação quanto na operação dos pivôs, pode gerar novos empregos, além de impulsionar a produção e comercialização de novas culturas em áreas irrigadas.

Durante a missão nos Estados Unidos, a comitiva paranaense também visitou a sede da Lindsay Corporation na segunda-feira (19), outra empresa importante no setor no Nebraska. Na terça-feira (20), a comitiva se reuniu com o governador do Nebraska, discutindo sobre a experiência americana com a irrigação, utilizada desde a década de 1950, e maneiras de desburocratizar o processo de implementação.

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Notícias Recentes

- Advertisment -