Educação pode se tornar problema para carentes de Curitiba

(Foto: PMC/Arquivo)

O prefeito Rafael Greca (DEM) não é mais alvo apenas de vereadores de oposição da Câmara Municipal de Curitiba, agora entrou da linha de tiro de deputados da Assembleia Legislativa do Paraná, por propor a alteração do credenciamento das instituições de ensino infantil e que podem trazer prejuízos tanto às instituições quanto aos serviços ofertados a comunidade.

O deputado Tadeu Veneri (PT) subiu até a tribuna da Alep para esclarecer que a prefeitura vai pagar as escolas apenas por 200 dias letivos, sendo que os outros 165 não serão contabilizados o que deve levar a precarização do serviço e as escolas obrigadas a pagar menos de um salário mínimo para turnos de oito horas, diminuindo até mesmo o número de educadores.

Outro problema deve ser com a eventual não-adesão por parte das instituições comunitárias de ensino ao credenciamento pode levar a descontinuidade da oferta de vagas na área educacional, levando a fechamento de vagas e a demissão de quase dois mil funcionários.

Panorama

Hoje, a prefeitura paga as escolas conveniadas na faixa de R$ 400,00 para cada aluno, nos 12 meses do ano, possibilitando contribuições voluntárias dos pais, mas exigindo uma professora formada em pedagogia, uma auxiliar, atendendo crianças de um a cinco anos em período integral.

As instituições são equipadas e preparadas para essas idades.

A proposta do governo é pagar na faixa de R$ 800,00 mas só por 200 dias letivos e a escola tem g se virar nos outros 165 ou seja sem receber nada por cinco meses, além de proibir contribuições dos pais.

Com a decisão não será exigido formação para cuidar das crianças, somente no ensino fundamental.

A atual administração quer as escolas bancando as reformas necessárias para atender berçários, a maioria com orçamentos apertados.

As crianças de apenas 4 anos podem ser transferidas para as escolas municipais em período de apenas 4 horas, como ainda são pequenas, muitas mães Irão parar de trabalhar ou pagar alguém para cuidar, sem contar que muitas escolas não tem espaço físico para atendê-las, como vaso sanitário adequado para idade, pias para lavar a mão na altura, mais de uma professora na sala.

8 COMENTÁRIOS

  1. A política educacional do Brasil está um lixo, assim como a de Curitiba. Deixaram a esqueda dominar tudo. Agora precisam mudar tudo. Recomeçar sem essa turma que deseja crianças achando que tudo é natural.

  2. Meu Deus perplexa com esta atitude,falta de respeito com aos cidadão…
    Precisamos preservar o direito das criancas de permanecerem nis Ceis minha filha esta a 2 anos no Cei Menino Jesus de Nazaré sempre recebeu educação alimentação e muito carinho tudo supervisionados por professores capacitados..
    Por favor revejam esta lei,nossos pequenos depedem dos Ceis.

  3. Me
    u Deus perplexa com esta atitude,falta de respeito com aos cidadão…
    Precisamos preservar o direito das criancas de permanecerem nis Ceis minha filha esta a 2 anos no Cei Menino Jesus de Nazaré sempre recebeu educação alimentação e muito carinho tudo supervisionados por professores capacitados..
    Por favor revejam esta lei,nossos pequenos depedem dos Ceis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here