Vice-prefeito não comparece para tomar posse da Prefeitura de Quedas do Iguaçu

O G1 Paraná informa que o vice-prefeito de Quedas do Iguaçu, no sudoeste do Paraná, Anelson Ubialli (PSB), não compareceu a sessão extraordinária da Câmara que o empossaria como prefeito do município na quinta-feira (8).

A prefeita da cidade, Marlene Fátima Revers (Pros), teve o mandato cassado pelo Legislativo por gastos excessivos na compra de bolos e salgados em sessão na terça-feira (6).

Tanto a prefeita cassada, quanto o vice-prefeito protocolaram um ofício dizendo que não reconhecem o julgamento feito pela Câmara.

O documento foi protocolado pela Procuradoria Jurídica da prefeitura. No ofício, os dois afirmam que a sessão que cassou o mandato de Marlene foi de “forma clandestina” e “é nula”.

Além disso, os dois alegam que a prefeita não foi intimada e que o defensor dela foi comunicado da sessão fora do prazo legal. Os dois ainda afirmaram que o ofício não é uma renúncia.

Com o não comparecimento do vice-prefeito na cerimônia de posse, o município está sem prefeito, segundo o Legislativo. O presidente da Câmara, Eleandro da Silva (SD), informou que Anelson Ubialli havia dito que compareceria na sessão para tomar posse.

De acordo com a Câmara, documentos que forem assinados pela prefeita após a cassação serão invalidados.

O advogado de Marlene Fátima Revers disse que a cassação foi ilegal. Por este motivo, a defesa disse que a prefeita continua exercendo validamente o cargo até decisão judicial superior.

Marlene Revers foi cassada na terça-feira (Foto: Facebook)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here