Pastores evangélicos estão se preparando para abandonar Rafael Greca

Com as candidaturas evangélicas de Fernando Francischini (PSL), Luizão Goulart (PRB), Marisa Lobo (Avante) e Zé Boni (PTC), pastores não veem com bons olhos o apoio ao prefeito Rafael Greca (DEM), na eleição do próximo ano.

A maioria não está disposta a engolir palavras consideras chulas ou espontâneas do democrata – demasiadamente liberais para os padrões das congregações cristãs.

Uma das principais lideranças evangélicas da capital paranaense, em tom de anonimato, lembrou de uma frase, considerada fora dos padrões da religiosidade, dita no programa do jornalista Ogier Buchi, em resposta a uma pergunta indelicada de um espectador: “só teria importância se eu governasse com a bunda, mas eu vou governar com a cabeça”.

Os bispos também mostram descontentamento com a nomeação de Thiago Ferro (PSDB), na FAS (Fundação de Assistência Social), acusado de se apropriar de salários de indicados na Casa Civil do governo Beto Richa (PSDB).

É bom lembrar que o segmento é conservador e a língua afiada de Greca pode dificultar o trânsito dele pelos templos de orações.

Fernando Francischini é membro da Assembleia de Deus (Foto: Dálie Felberg/Alep)

10 COMENTÁRIOS

  1. Ah tá….como se evangélico fôsse um anjo, um iluminado por Deus…ah,,,faça-me o favor…não tem raça mais traíra e egoísta que só vê o lado deles….se acham melhores do que os outros só porque se escondem por detrás de uma igreja….é só fachada…são arrogantes, sujos, ladrões, sacanas e egoístas como qualquer ser ligado à política….vão todos para a PQP junto com esse prefeito pavão que governa com a bunda!

  2. Não fale asim Paulão. Os pastores levam a palavra de Deus e são humanos. Alguns erram, mas a maioria certa. Até mesmo nas escolhas políticas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here