Deputados universitários serão empossados na Assembleia do Paraná

Os 54 deputados universitários e os suplentes selecionados para a quarta edição do Parlamento Universitário, tomarão posse em sessão plenária programada para esta quinta-feira (18), a partir das 13h45, na Assembleia Legislativado Paraná (Alep).

Os números do Parlamento Universitário impressionam, a começar pelas 1.419 inscrições recebidas pelo programa. E tal qual um processo eleitoral de verdade, os acadêmicos passaram por várias etapas de seleção, organizado pelas próprias instituições de ensino superior, até a seleção de 54 titulares e 21 suplentes.

Além da etapa de inscrições e de treinamentos, realizados pela Escola do Legislativo, as universidades também realizaram o seu próprio processo seletivo até definir os escolhidos para participar do Parlamento Universitário.

Dos 1.419 que se inscreveram, restaram 75, e a partir desta quinta-feira eles simularão os trabalhos de um deputado estadual até o dia 26”, explicou o diretor Legislativo, Dylliardi Alessi.

E como todos os números do Parlamento Universitário 2019 superaram as expectativas, a quantidade de propostas de projetos de lei apresentadas também superou a marca de anos anteriores, totalizando 74.

“Este é um número que deve aumentar, já que o governador eleito tem prazo até segunda-feira para protocolar as propostas do Poder Executivo”, lembrou o diretor de Assistência ao Plenário, Juarez Villela Filho.

Das proposições apresentadas, 24 foram atreladas à Comissão de Educação, Ciências, Tecnologia e Ensino Superior; outras 18 estão relacionadas à Comissão de Finanças Públicas e Orçamento Público. A pasta de Agricultura, Meio Ambiente e Proteção Animal teve 17 projetos selecionados e a de Saúde Pública e Pessoas com Deficiência, mais 12 projetos. 

“Nós recebemos todas as propostas e, inicialmente, distribuímos às comissões correlatas. No entanto, não significa que todas as proposições passarão pelo crivo da CCJ, a quem caberá à análise constitucional das matérias. Além disso, um projeto poderá tramitar em mais de uma Comissão”, detalhou Villela.

Parlamento Universitário (Foto: Pedro de Oliveira/Alep)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here