Ex-prefeito tem nova condenação

Rafael Machado, da Folha de Londrina, informa uma nova condenação do empresário Carlos Alberto Campos de Oliveira, ex-prefeito de Mandaguari e dono da Construtora Iguaçu do Brasil, de Maringá.

Ele foi condenado pelo juiz da 5ª Vara Criminal de Londrina, Paulo César Roldão, a pena de 3 anos, 10 meses e 20 dias em regime semiaberto por estelionato. A denúncia do Ministério Público narra 13 golpes praticados contra clientes que compraram terrenos no condomínio Gran Villagio, que seria construído em uma área de mais de três mil metros quadrados na Gleba Jacutinga. Ele poderá aguardar em liberdade até o início da execução da pena.

Na sentença, o magistrado também absolveu 11 pessoas que, conforme o MP, faziam parte de um esquema criminoso para enganar os compradores. Os promotores que encabeçaram as investigações afirmaram que o grupo adquiria lotes em nome da Iguaçu, efetuavam os pagamentos com cheques sem fundo e passavam-se pelos verdadeiros proprietários. “Com diversos benefícios e propostas vantajosas apresentadas às vítimas, como a possibilidade de pagamento com bens próprios e preços relativamente baixos, vendiam diariamente os espaços, causando prejuízo a quem caía no engodo aplicado pelos denunciados”, diz um trecho da acusação. Em março de 2018, Oliveira foi sentenciado a 5 anos e 10 meses de prisão em regime fechado, pagamento de multa de R$ 8 mil por 11 crimes de estelionato e um de falsidade ideológica.

Carlos Alberto Campos de Oliveira

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here