OAB-PR pode penalizar advogado Figueiredo Basto

Um dos maiores nomes do direito paranaense, o advogado Figueiredo Basto pode responder um procedimento disciplinar na Ordem dos Advogados do Brasil no Paraná (OAB-PR). O órgão aguarda a chegada do processo do Ministério Público Federal (MPF) do Rio de Janeiro para avaliar a abertura de um processo interno. No sábado passado, os doleiros Vinícius Claret, conhecido como Juca Bala, e Cláudio de Souza contaram em delações premiadas que entregaram “taxa de proteção” de US$ 50 mil por mês entre 2006 e 2013 ao advogado. Basto nega e denúncia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here