segunda-feira, abril 15, 2024
spot_img
spot_img
spot_img
InícioGeralPaisagem do canal do Rio Matinhos vira refúgio para biguás e garças

Paisagem do canal do Rio Matinhos vira refúgio para biguás e garças

spot_img

A fauna do Litoral do Paraná encontrou novos locais para descanso e alimentação com a revitalização da Orla de Matinhos pelo Governo do Estado. Na desembocadura do canal do Rio Matinhos, onde foram instalados guias de correntes como parte da reestruturação, é comum avistar agrupamentos de aves aquáticas, como o Nannopterum brasilianus, popularmente conhecido como biguá ou mergulhão, e várias garças da família Ardeidae.

Especialistas indicam que a estrutura marítima contribuiu para acalmar as águas da região, proporcionando condições ideais para as aves. Além disso, o projeto de reestruturação do balneário visa proteger a costa oceânica, reduzir impactos de ondas e enchentes, e melhorar o escoamento das águas pluviais, minimizando inundações.

José Luiz Scroccaro, diretor de Saneamento Ambiental e Recursos Hídricos do Instituto Água e Terra (IAT), destaca que a estrutura curva dos guias de correntes, com 327 metros de extensão, contribui para suavizar as ondas, criando um ambiente mais tranquilo para o descanso das aves.

As características da região, juntamente com as estruturas adequadas, têm atraído biguás e garças, que se beneficiam da disponibilidade de pequenos peixes nas águas salgadas e doces do encontro do Rio Matinhos com o mar.

A presença significativa dessas aves na região é considerada normal, pois Nannopterum brasilianus e garças são espécies comuns nos ambientes costeiros do Brasil. Esse monitoramento se tornará uma prioridade especial para garantir a preservação desses animais no local, conforme destaca Thelma Scolaro, oceanógrafa e gestora da equipe técnica do Consórcio DTA/Acquaplan.

A obra de revitalização da Orla de Matinhos já apresentou outros impactos positivos no ecossistema local, como a presença de grupos de botos-cinzas e toninhas, além de corujas-buraqueiras e caranguejos maria-farinha.

A primeira fase da revitalização, que compreende uma extensão de 6,3 quilômetros entre o Morro do Boi e o Balneário Flórida, está 92,8% concluída e deve ser entregue no segundo semestre deste ano, com um investimento total de R$ 354,4 milhões. Essa intervenção inclui a engorda da faixa de areia, estruturas marítimas, canais de macrodrenagem, redes de microdrenagem, melhoria na pavimentação asfáltica e recuperação de vias urbanas. A segunda etapa, entre os balneários Flórida e Saint Etienne, ainda não possui data de início prevista.

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img
spot_img
spot_img
spot_img

Notícias Recentes

- Advertisment -