segunda-feira, julho 22, 2024
spot_img
spot_img
InícioPolítica CuritibaPT deve passar saia justa em 2024 no Paraná e no Brasil

PT deve passar saia justa em 2024 no Paraná e no Brasil

spot_img

O PT fez fiasco na eleição municipal de 2020 e tudo indica que em 2024 deve repetir o fracasso, mesmo acreditando que o presidente de esquerda, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e máquina federal possa mudar o quadro desfavorável nas capitais brasileiras e nas dez maiores cidades do Paraná.

Em Curitiba, o Partido dos Trabalhadores não deverá ter candidato, a tendência será embarcar em uma aliança progressista de esquerda, tendo Luciano Ducci (PSB) como cabeça de chapa na majoritária em uma aliança também envolvendo o PCdoB, o PV, talvez o PDT e quem sabe a Federação Rede/Psol, mesmo tendo três concorrentes: Zeca Dirceu (PT), Carol Dartora (PT) e Magal (PT) a sucessão de Rafael Greca.

Em Londrina o quadro é pior, a petista Isabel Diniz não decolou e setores do PT estão se preparando para o que der e vier, uma das possibilidades seria apoiar o ex prefeito Barbosa Neto, do PDT.

Em Maringá, o xadrez eleitoral está melhor para o partido de Lula, o ex vereador Humberto Henrique vai se filiar no dia 16 de fevereiro para concorrer à sucessão de Ulisses Maia (PSD) e vai ajudar o partido a fazer mais de um vereador, só que a cidade é de maioria conservadora e favorece os candidatos ligados às forças de segurança.

Em Ponta Grossa, o PT vai apostar no deputado federal Aliel Machado, do Partido Verde, mas o cenário também não empolga os participantes da Federação Brasil da Esperança (formada pelo PCdoB, PT e PV).

Em Cascavel, a indicação é que Marcus Vinicius fique com a indicação do PT, mas, há sempre um mas, a perspectiva também não é boa para os petistas e pode haver uma composição, até mesmo envolvendo a chapa do vice-prefeito Renato Silva, do Republicanos.

Em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, três concorrentes foram lançados, Joãozinho Santana, Julia Morais e Cássio Moletta, até o momento não decolaram, há uma chance do PT optar em Nina Singer, claro, se ela continuar no Cidadania.

Em Foz do Iguaçu, a situação não é diferente das outras seis cidades, Nilton Bobato que se filiou ao partido de esquerda no ano passado enfrenta resistências internas para disputar a sucessão de Chico Brasileiro, mas sem um nome melhor, o ex comunista tem tudo para ficar com a indicação.

Em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba Anderson Prego (PT) deve ser o nome da Federação à prefeitura, mas até o momento não parece com chances de conseguir protagonismo.

O melhor quadro para o PT entre as dez maiores cidades do Paraná é em Guarapuava, com o deputado estadual Dr. Antenor vencer na cidade seria um case para o partido conquistar espaço na política paranaense.

Em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, o PT estará no puxadinho do PV, a ex deputada federal Rosane Ferreira irá para o teste das urnas, mas a boa situação financeira da cidade deverá manter a cadeira com o atual grupo.

Notícias Relacionadas

6 COMENTÁRIOS

  1. Esse LIXO de partido tem que DESAPARECER! Vamos espalhar o DECALOGO para escolha de VEREADORES E PREFEITOS!

    Anote e divulgue o DECÁLOGO pontos para a escolha do seu VEREADOR!
    Autor -> Jair Bolsonaro – Live 28/01/2024

    1 Respeito a Constituição Brasileira
    2 Defesa dos Valores da Família
    3 Defesa da vida desde a Concepção
    4 Liberdade de expressão
    5 NÃO apoiar projetos de censura
    6 Legitimo Direito a Defesa
    7 Diminuição da CARGA TRIBUTÁRIA
    8 Liberdade econômica
    9 Defesa da Agro Industria
    10 Combate as Drogas

  2. Luciano se for com o PT estará encrencado. Se buscar outros aliados, tem chance de ir para o segundo turno

  3. Tem um certo secretário do GrECA que jura que a prefeitura está fechada com a turma da “União e Amor”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img
spot_img
spot_img

Notícias Recentes

- Advertisment -