segunda-feira, julho 22, 2024
spot_img
spot_img
InícioEconomiaGoverno Lula amolece para a indústria de armas e permite instação no...

Governo Lula amolece para a indústria de armas e permite instação no Paraná

spot_img

O governo do presidente de esquerda Luiz Inácio Lula da Silva (PT) permitiu a abertura e o início de operação de indústria armamentista no Paraná. Alguns deputados federais questionam se seria um sinal de abrandamento da “politica” armamentista?.  

Sabe-se que no governo de direita de Jair Bolsonaro (PL) foram inúmeras empresas do ramo bélico abriram as portas no Brasil em função das facilidades do processo de aprovação perante o Exército Brasileiro.

A empresa Inbramun-Industria Brasileira de Munições inicialmente pretendia a se instalar em Santa Catarina, tendo inclusive realizadas as vistorias no estado vizinho, obtendo o Certificado de Registro para produção de munição, em tempo recorde e um detalhe importante, sem ter fábrica instalada no Estado.

Nos bastidores um senador confidenciou que tudo aconteceu graças à influência de um grupo de empresários e de servidores lotados no Paraná, com a anuência de membros do governo Lula, embora um dos sócios ser próximo a membros do governo anterior.

O certo é que o investimento veio de fora, não a cavalo e a galope, mas em velocidade supersônica.

Segundo matéria em jornais, o recurso seria entre R$ 30 a R$ 100 milhões https://leonunes.blog.br/tag/inbramun/ , somados com gastos com estruturação e trâmite das autorizações.

A intenção da nova empresa é competir com a Taurus Armas e CBC-Companhia Brasileira de Cartuchos. ( https://inbramun.com.br/).

Segundo o que se comenta no QG do Pinheirinho, em Curitiba, graças ao milagre e tempo recorde de aprovação, iniciou-se suas atividades na Rod. Gumercindo Boza, 11300 – Passaúna, Campo Magro – PR, a empresa que pretende produzir vários tipos de munições e insumos para os CACS e quem sabe, até mesmo para as futuras guerras na América do Sul e no Mundo.  A empresa já oferta produtos nos grupos de WhatsApp e Facebook.

Nas fileiras do Exército, comenta-se em boca pequena entre oficiais de que o segredo do sucesso é a contratação informal de militar formado em engenharia que assessorou e acompanhou todo o processo na gestão Bolsonaro, esse free lancer teria comandado o SFPC-Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados da 5ª Região Militar e já foi responsável pelas vistorias em Santa Catarina e Paraná, inclusive em uma indústria de explosivos em Santa Catarina, onde originalmente era a fábrica.

Notícias Relacionadas

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_img
spot_img
spot_img

Notícias Recentes

- Advertisment -