Traiano trata de interesses do Paraná e reforma da Previdência em Brasília

(Foto: divulgação)

Estados e municípios querem participar da reforma da Previdência e tiveram ontem (11) uma oportunidade de manifestar esse desejo no Senado.

A participação na reforma foi debatida em um encontro entre os presidentes das Assembleias Legislativas de todo o Brasil com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP) em Brasília.

“A inclusão dos estados e municípios na reforma da previdência é uma necessidade e nossa presença aqui uma demonstração de empenho na participação nessa reforma. E o Paraná quer participar dela”, disse o presidente Ademar Traiano (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa do Paraná.

O desejo de se integrar a reforma ganhou apoio dos Estados e municípios e foi formalizado em um documento entregue ao presidente do Senado.

“Todos os presidentes de assembleias e governadores revelaram interesse em levar a reforma para os seus Estados. Desejamos que a reforma seja aprovada com celeridade”, disse Traiano em referência à proposta do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), que propõe incluir os Estados e municípios na reforma.

A mobilização em Brasília foi motivada pelo desejo de inclusão na chamada PEC Paralela que integra na reforma os Estados, o Distrito Federal e municípios.

A senadora Simone Tebet (MDB), antes do encontro com o presidente do Senado, afirmou que, uma vez aprovada a reforma da Previdência, o compromisso do Senado será votar a PEC paralela, com a inclusão dos Estados e municípios na reforma.

A votação separada da reforma e da PEC paralela, segundo a senadora é estratégica. “Se não for votada separadamente ela poderia ficar engavetada quando chegasse a Câmara Federal”, disse Simone Tebet.

Além do Paraná, o encontro em Brasília contou, entre outras, com representantes de Assembleias Legislativas de Goiás, São Paulo, Santa Catarina, Amazonas, Amapá, Roraima, Piauí, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Sergipe, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul.

TV Assembleia

“Meu encontro com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, em Brasília, serviu também para que eu reforçasse o interesse pelo canal de televisão próprio para a Assembleia Legislativa do Paraná. O investimento total será do Senado”, disse Traiano.

“O presidente Alcolumbre assegurou que a compra dos equipamentos, para o início da operação da TV Assembleia em canal aberto, será realizada em novembro. Na sequência os equipamentos começarão a ser instalados em Curitiba. Também tratei da inclusão dos Estados na PEC da Reforma da Previdência”, informou.

Pela manhã, Traiano foi recepcionado pelo deputado Pedro Lupion (DEM), na Câmara Federal e tratou de diversos assuntos de interesse da Assembleia.

Junto com a diretora de Comunicação Kátia Chagas e manteve encontro com o deputado federal Samuel Moreira, relator da Reforma da Previdência na Câmara Federal. Também visitou a Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, cumprimentou seu presidente, o deputado federal Eduardo Bolsonaro e esteve na Comissão de Constituição e Justiça, presidida pelo deputado federal pelo Paraná, Felipe Francischini.

Traiano também acompanhou, com o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, Adalberto Xisto Pereira, a sabatina do desembargador do TJ-PR, Luiz Fernando Tomasi Keppen, indicado para compor o Conselho Nacional de Justiça – CNJ.

E conversou com os senadores paranaenses Flávio Arns (Rede) e Alvaro Dias (Pode) sobre as demandas do Estado e sobre a questão da inclusão dos Estados na Reforma da Previdência.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here