Grupo empresarial e político desenha o futuro de Pontal do Paraná

Edgar Rossi, Alfredo Parodi e José Augusto Rodrigues, (Foto: divulgação)

Pedro Ribeiro informa no Paraná Portal que lembrado pelos governos apenas em épocas de temporada de verão, quando a população fixa de aproximadamente 30 mil habitantes chega a perto de 1 milhão de pessoas, em especial na passagem de ano, o município de Pontal do Paraná vem, nos últimos anos, pedindo socorro e buscando melhorias de infraestrutura e saúde para melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Depois de conseguir aprovação do Plano Diretor do município, o ex-prefeito do município, Edgar Rossi, filiado ao PSD e pré-candidato à Prefeitura nas eleições de  2020, está constituindo um grupo de trabalho formado por lideranças da sociedade civil local para pensar e desenhar o futuro da cidade e de sua gente para os próximos anos.

Edgar Rossi, Alfredo Parodi e José Augusto Rodrigues, são três pessoas engajadas na busca de melhorias para o município a começar pela defesa da nova rodovia que ligará Praia de Leste ao novo porto.

“Independente da construção do porto privado, tão necessário para o desenvolvimento da região e do próprio Estado, precisamos da construção da nova rodovia, de aproximadamente 20 quilômetros para desafogar o tráfego de veículos na temporada”, diz Rossi.

Parodi, que acaba de assumir a presidência do PSDB do município, também é um dos empresários que luta pelo porto e pela nova rodovia. “Pontal do Paraná espera que, além do Governo do Estado, já sensibilizado pelas suas demandas e reivindicações, mas também órgãos estaduais, do judiciário e grupos ligados ao meio ambiente  revejam suas posições e passem a serem mais flexíveis para que o município se desenvolva, crie emprego e renda”.

O também empresário e jornalista José Augusto Rodrigues está ao lado do pré-candidato Edgar Rossi nessa jornada que visa mudar os destinos de Pontal do Paraná. A expectativa dessas lideranças é a de que nos próximos anos o município passe a ter 80 mil pessoas com residência fixa mais de um 1 milhão na temporada de verão e férias, o que inviabilizará o tráfego de veículos entre as praias.

O grupo vau ouvir a comunidade para saber de suas necessidades para formatar uma plano de governo para o município para os próximos anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here