Presidente da Câmara de Astorga é preso em operação do Gaeco

Angelo Rigon informa que uma ação conjunta da Promotoria Criminal e do Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria), com apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), de Londrina, prendeu em flagrante o presidente da Câmara Municipal de Astorga, José Carlos Paixão (PTB).

Ele foi detido e colocado num camburão e levado para a 10ª Subdivisão Policial de Londrina, onde ficará preso. Paixão (foto abaixo), 65, cumpre o segundo mandato como vereador.

Ele teria sido preso ao oferecer dinheiro para uma pessoa não formalizar uma denúncia; a denúncia seria feita pela ONGT Vigilantes da Gestão.

O blog levantou que a prisão aconteceu quando o diretor-geral do Legislativo, Fernando Gardin, que também foi preso, entrega R$ 1,5 mil a um ex-vereador, que estava prestando “assessoria” a um grupo de vereadores por R$ 5 mil mensais. O dinheiro foi tirado da conta corrente do presidente da Câmara.

O vereador Mariano Ricardo Juliani (DEM) também estaria sendo procurado pela polícia.

José Carlos Paixão (CMA/divulgação)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here