Partidos buscam saídas com o fim das coligações

Os presidentes das principais legendas da capital paranaense estão quebrando a cabeça para conseguirem compor chapas competitivas nas eleições de quatro de outubro do ano que vem.

Cada agremiação pode lançar até 57 candidatos – 38 que é o número de cadeiras da Câmara Municipal e mais 50% das vagas, no caso de Curitiba, sendo que 30% é reservado para cotas de gênero, mulheres ou homens.

O fim das coligações proporcionou o surgimento de um grupo independente, articulado pelo ex-vereador Chicarelli (DC), que buscam espaço entre os principais partidos de Curitiba, com candidatos a prefeitura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here