Suspeito de ser operador financeiro da Quadro Negro é preso

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Paraná deflagrou na manhã desta sexta-feira, 29 de março, a quinta fase da Operação Quadro Negro, que apura desvios de recursos destinados à construção de escolas no estado. Foram cumpridos um mandado de prisão temporária de Pablo Augusto Granemann e um mandado de busca e apreensão em Curitiba.

Segundo o Ministério Público do Paraná, Granemann seria o operador financeiro de Luiz Abib Antoun.

Os mandados foram expedidas pelo Juízo da 9ª Vara Criminal da capital, a pedido do MPPR, e tem como alvo a pessoa identificada na investigação como intermediário de um dos operadores financeiros da organ

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here