“Ajustes de propina para durar décadas” foi o motivo da prisão de Michel Temer

A justificativa do Ministério Público Federal (MPF) para a prisão do ex-presidente Michel Temer (MDB) é chocante e deixa o brasileiro desconfiado das reais intenções de certos grupos políticos: alguns dos esquemas “foram feitos para durar anos, quando não décadas”.

Segundo os procuradores, o episódio envolvendo o ex-deputado federal paranaense Rodrigo Rocha Loures (MDB), flagrado com uma mala com R$ 500 mil das mãos de Ricardo Saud, executivo da J&F, previa repasses semanais durante 30 anos, no valor total de R$ 720 milhões.

Rodrigo Rocha Loures e Michel Temer (Foto: divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here