Crise de representatividade chega a Câmara de Curitiba

0
209

O vereador Mauro Ignácio (PSB) teve um projeto aprovado, ontem, a “Semana da Gestão Pública”, para que a população saiba qual é a função do Legislativo, do Executivo e do Judiciário

A informação até parece uma piada pronta: a conscientização dos desinteressados deve ser diária, 365 dias ao ano, e não ficar restrita a uma data predeterminada, como sugerida na proposta, em outubro.

Com certeza deve começar nos bancos escolares, no ensino fundamental de preferência, mas as bandeiras dos representantes do povo não tocam no assunto porque estão concentrados para as eleições que acontecem a cada quatro anos.

A cartilha é bem simples: a função do vereador é a elaboração de leis e fiscalizar o Poder Executivo; a do Poder Executivo é governar e administrar políticas públicas para o bem-estar social da população e do Judiciário, garantir os direitos da população.  

Isso precisaria ser ensinado na Escola e uma reforma é um urgente, mas a República Federativa do Brasil desviou-se do caminho na Constituição de 1988, transformando os vereadores em despachantes de luxo, para arranjar uma lombada, um sinaleiro, limpeza de praça e uma maquiagem na desgastada cidade.

Os parlamentares nunca terão coragem de desafiar o poder central de Brasília.

Mauro Ignácio (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui