Dilma Rousseff pode ser indiciada pelo prejuízo de Pasadena

Inquérito da refinaria tramita sob tutela do juiz federal Sérgio Moro

A compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, com prejuízo milionário para o Brasil, deve acertar o pé da presidente cassada, Dilma Rousseff (PT). Perícias realizadas pela Polícia Federal apontam que o Conselho de Administração da Petrobras, presidida pela petista no governo de Lula, pode responder pelo sobrepreço de US$ 741 milhões. Os laudos devem ser usados como provas e subsidiar a abertura da investigação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here