Curitiba pode decretar bandeira laranja nos próximos dias

(Foto: Geraldo Bubniak/AEN)

Com os hospitais a beira do colapso e com os números de coronavírus explodindo em Curitiba, a prefeitura vai analisar novamente a possibilidade da bandeira laranja, aplicando protocolos que devem fechar principalmente bares e restaurantes, mas pode deixar aberto o comércio devido as festas natalinas, além de declarar faixas de horários.

Ontem a capital do Paraná registrou 1.597 novos casos, na sexta passada foram 1.409, desde então e o número de casos vem preocupando os técnicos da vigilância sanitária devido ao risco real dos casos dobrarem em 15 dias devido os 12.139 pessoas que podem transmitir o vírus.

Alguns setores defendem o “lockdown” a partir do dia 24 até oito de janeiro e esperam medidas duras das prefeituras do litoral paranaense, como controle de acesso as praias, para evitar o aumento de infectados, por ser um período de confraternização e de férias.

A taxa de ocupação dos 334 leitos de UTIs exclusivos para Covid-19 chegou aos 94%.

A Secretaria da Saúde suspendeu as cirurgias eletivas em hospitais públicos e particulares por 15 dias e só podem ser realizadas de urgências.

  UTIsEnfermaria
Hospital da Cruz Vermelha    63% 100%
Hospital Erasto 100%80%
Hospital de Clínicas98%98%
Hospital Santa Casa 95% 71%
Hospital São Vicente  80% 38%
Hospital Evangélico 100% 79%
Hospital do Trabalhador 100%  100%
Hospital de Reabilitação77% 67%
Infantil
Hospital Pequeno Príncipe 40%   60%
Hospital Evangélico 0%   40%

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here