Pai de Rachel Genofre disputa vaga à Câmara de Vereadores

Michel Genofre (Foto: divulgação)

Após a tragédia que abalou a capital do Paraná há 12 anos, o produtor cultural Michael Genofre quer levar o debate da pedofilia à Câmara Municipal de Curitiba devido ao crime brutal da filha, Rachel Genofre, de apenas nove anos, encontrada esquartejada em uma mala na Rodoferroviária.

Ele vai concorrer pelo PCdoB, partido da candidata à Prefeitura de Curitiba, Camila Lanes.

No ano passado, a polícia enfim encontrou o criminoso, que será julgado.

Agora Genofre acredita poder contribuir no legislativo municipal, criando leis para ter maior força no que propõe: um pacto entre o poder público e a sociedade para acabar com abuso de menores.

De acordo com os dados do Sistema Nacional de Atendimento Médico, Sinam, a cada 14 horas e meia, uma criança é vítima de violência sexual em Curitiba.

5 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here