Governador vai garantir estrutura para corredor de exportação do Sudoeste, diz Traiano

Ademar Traiano (Foto: divulgação)

“O governo do Estado está trazendo mais uma boa notícia para o nosso Sudoeste: a PRC-280, entre Palmas e a BR-153, será restaurada com pavimento rígido feito em concreto. É uma técnica conhecida como whitetopping, que é inédita nas rodovias estaduais do do Paraná. É um pavimento novo, muito resistente, capaz de suportar as cargas e os veículos pesados que escoam a grande produção agroindustrial do Sudoeste. Ela e será aplicada nos 60 quilômetros do trecho, incluindo pista de rolamento e acostamento. Do quilômetro 70,8 ao 130,35”.

A declaração é do presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), ao comemorar essa conquista para a região. “É um reconhecimento da importância econômica do Sudoeste e mais uma demonstração de respeito ao seu povo e aos seus representantes”, disse Traiano. Ele lembrou que grandes obras solicitadas ao governo por ele, como o grande projeto de contenção de cheias em Francisco Beltrão e o Contorno Noroeste da cidade, além de inúmeras outras obras na Região estão sendo tocadas pelo governo do Estado e a algumas já estão em fase de conclusão.

A PRC-280 é a principal via de ligação entre as regiões Sudoeste, Oeste e Curitiba. É conhecida como o corredor do Sudoeste, é uma rota utilizada para escoamento de produção agrícola, da indústria madeireira e de celulose. De acordo com estudo de tráfego, passam no trecho, diariamente, 1.826 veículos pesados (ônibus, caminhões, reboques), além de veículos de passeio.

Com a técnica de whitetopping, o pavimento atual da rodovia  receberá serviços de reparos e correção do nível, sendo aproveitado como base para o pavimento de concreto. Serão executadas placas de concreto de 22 centímetros de espessura, restaurando completamente a pista, que será alargada em 40 centímetros de cada lado. Os acostamentos também vão receber o pavimento de concreto, mas passarão por reciclagem de sub-base primeiro. A obra prevê ainda a adequação dos dispositivos de drenagem, da sinalização horizontal e vertical, e de elementos de segurança.

O prazo para execução completa dos projetos e serviços é de 450 dias (15 meses). Nos primeiros 90 dias deve ser elaborado o Projeto Básico e nos primeiros 150 dias o Projeto Executivo de Engenharia da Obra. Os serviços preliminares da obra têm início já com a conclusão do Projeto Básico. O orçamento estimado é sigiloso, mas um levantamento inicial estima em R$ 120 milhões a execução.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here