Saúde frágil pode comprometer reeleição de Rafael Greca

Rafael Greca (Foto: divulgação)

Todos sabem que a saúde do prefeito Rafael Greca (DEM) é frágil. Com obesidade mórbida, portanto, do grupo de risco para doenças graves e crônicas, Greca comunicou que ele e sua mulher, Margarita Sansone, testaram positivo para covid-19 e estão internados no Hospital Nossa Senhora das Graças com um quadro de pneumonia – uma inflamação aguda nos pulmões.

Não é a primeira vez que enfrenta problemas de saúde nos últimos quatro anos. Em 2017, no primeiro dia do atual mandato, o prefeito foi internado com uma tromboembolia pulmonar e ficou uma semana sob observação no hospital. Com a pele macilenta e abatido, o seu discurso de posse foi acompanhado por uma ambulância e equipe médica.

Em dezembro de 2018, Greca foi internado com uma hérnia umbilical para ser submetido a uma cirurgia de emergência. Ele passou 11 dias internado e teve alta em janeiro.  

No final de novembro de 2019, foi internado mais uma vez para uma cirurgia no abdômen. Exames apontaram a presença de uma hérnia na parede no órgão e o prefeito optou por uma intervenção imediata.

Vice-prefeito – A fragilidade da saúde pode comprometer o capital político de Greca e seu projeto de reeleição e num futuro próximo buscar a cadeira principal do Palácio Iguaçu.

Greca adiantou que campanha vai continuar e descarta, até momento, ser substituído pelo vice-prefeito, Eduardo Pimentel (PSD).

De toda sorte é prudente mostrar o resultado do exame para não levantar qualquer suspeição já que o prefeito anda arredio em participar de debates com outros candidatos durante a campanha.

O Hospital Nossa Senhora das Graças, até o momento, não divulgou qualquer boletim médico sobre o estado de saúde de Greca.

9 COMENTÁRIOS

  1. Para os corvos de plantão, eles estão bem.
    Nenhum candidato está livre de contrair o virus.
    Para os que torcem para o prefeito Greca não dar conta, ele se internou para ficar melhor com mais rapidez.

  2. O Greca já prestou um enorme serviço como alcaide de Curitiba. Talvez para preservar sua saúde o melhor que ele deveria fazer é abdicar de sua candidatura. Ainda dá tempo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here