Quebradeira é nítida no centro de Curitiba

(Foto: Messiane Gonzaga)

A decisão prematura de fechar o comércio da capital do Paraná cedo demais, devido a pandemia de coronavírus, e impedir que certas categorias trabalhassem normalmente, está refletindo no coração de Curitiba.

Uma voltinha pela Praça Osório, Luiz Xavier, Rua XV e Visconde de Nacar revela o momento econômico difícil que a cidade atravessa pelas medidas da secretária da Saúde, Márcia Huçulak, e do prefeito Rafael Greca (DEM).

Como Greca reservou recursos apenas para o transporte coletivo e para os empresários do asfalto, os micros, pequenos e médios empresários foram esquecidos e muitos obrigados a fechar as portas.

(Foto: Messiane Gonzaga)

27 COMENTÁRIOS

    • Vai mudar nada.
      Presidente asno que tá acabando com salários.
      Esses lojas iriam fechar mesmo.
      Tem que falar para o ministro que pobre compra, rico investe.
      Se não tem salário, fecha loja.

  1. E quem tá no centro pega tudo o mesmo ônibus pra voltar pra casa, não pode fazer festinha em casa com a família mas ficar aglomerados em ônibus pode.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here