Projeto da engorda da praia de Matinhos é apresentado para população

A população do Litoral paranaense pôde conhecer na noite desta segunda-feira (21) os projetos elaborados pelo governo do Estado para as obras de engorda da praia de Matinhos. Promovida pela Assembleia Legislativa do Paraná, uma audiência pública debateu as obras e investimentos no Litoral do Paraná, em especial a engorda da orla. Os projetos foram apresentados por um representante da empresa que elaborou o material, um técnico do governo e um especialista em engenharia da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Maior projeto de reurbanização do Litoral e um dos maiores de infraestrutura do Paraná, a revitalização da orla de Matinhos foi anunciada pelo Governo do Estado com um investimento de R$ 513 milhões. A expectativa do governo é iniciar as obras, que devem durar 30 meses, ainda este ano.

Promovida pelo presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB), pelo primeiro secretário, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), e pelo líder do governo, deputado Hussein Bakri (PSD), a reunião contou com a participação de representantes do Executivo, da sociedade civil organizada do Litoral, de entidades comerciais locais e demais esferas do poder público. Os deputados Alexandre Curi (PSB), Nelson Justus (DEM) e Galo (PODE) também participaram do encontro, além de outros deputados através do aplicativo zoom.

De acordo com o governo, a obra, planejada há mais de uma década, inclui intervenções de um trecho de 10 quilômetros da orla e a engorda de uma extensão de 7,5 quilômetros da faixa de areia. Serão utilizados três milhões de metros cúbicos de areia, formando uma faixa de 80 metros a 100 metros de largura.

Para o presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano, as audiências públicas permitem o debate com a sociedade. “O governador tem a pretensão de investir recursos na ordem de R$ 500 milhões. Parte do dinheiro já está disponível por meio de uma operação de crédito em que a Assembleia Legislativa autoriza essa contratação. Esta é a grande oportunidade que o Paraná está tendo de investir no Litoral paranaense, torná-lo mais atrativo. Para que isso possa acontecer, estes investimentos são muitos importantes. Temos de superar as resistências e ter um olhar diferenciado para o nosso Litoral”, disse Traiano.

O primeiro secretário da Assembleia, deputado Luiz Claudio Romanelli, lembrou que o investimento contempla uma série de pontos importantes. “Este debate é um debate de 25 anos. O governador conhece bem a realidade do Litoral e os desafios de infraestrutura. Agora é o momento de se fazer os investimentos necessários. Está é uma reivindicação de 20 anos do Litoral paranaense e é muito importante a participação de representantes da comunidade e sociedade”, disse.

Para o líder do Governo, deputado Hussein Bakri, a audiência realizada pela Assembleia é um marco para o futuro da região. “O fortalecimento do Litoral é um projeto do governo. Estas obras vão elevar a região. Os recursos estão assegurados. O governo quer fazer as obras, com respeito e crescimento econômico, valorizando quem vive no Litoral”, disse. O vice-governador, Darci Piana, reforçou a importância da Assembleia Legislativa para que os investimentos se tornassem realidade. “Temos tudo para realizar o que está na cabeça há muito tempo. São obras que vão melhorar o nosso Litoral. Neste sentido, o apoio do Assembleia é muito importante”, avaliou.   

Para o secretário de Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, as obras vão alavancar uma série de investimentos no Litoral. Segundo ele, a intenção do governo é o desenvolvimento da região. “O governo não colocaria meio bilhão de reais em uma obra que não tivesse segurança técnica e jurídica. Esta é um investimento emblemático”, frisou.  

Segundo o prefeito de Matinhos, Ruy Hauer, a engorda da praia do município é esperada pela população. “Esta é uma obra importante, que é esperada há muito tempo. Já temos os projetos, as licenças ambientais e os recursos. O Paraná merece isto”, comentou.

Técnicos – O diretor de Saneamento Ambiental e Recursos Hídricos do Instituto Água e Terra (IAT), José Luiz Scroccaro, detalhou pontos da revitalização urbanística e hídrica do projeto. Ele demonstrou como serão construídos uma série de canais para escoamento da água. Já o engenheiro civil, professor titular da Universidade Estadual da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e membro do conselho diretor do Instituto Tecnológico de Transporte e Infraestrutura (ITTI), Eduardo Ratton, falou, entre outros temas, dos impactos das obras na orla de Matinhos. Ele garantiu que, neste caso, os impactos positivos são grandes. O também engenheiro civil João Cassar, da empresa Aquamodelo Consultoria e Engenharia, responsável pelo projeto, explicou como será a dinâmica costeira do projeto. “A ideia é respeitar a dinâmica costeira do local, protegendo a área e melhorando a drenagem da água”, explicou.

Outras obras – Uma obra já anunciada pelo Governo do Estado conta com recursos da economia da Assembleia Legislativa do Paraná. A duplicação da Avenida JK (PR-412), em Matinhos, vai receber o investimento é de R$ 34,57 milhões. Deste, R$ 12 milhões foram repassados pela Assembleia Legislativa para garantir o início das obras ainda este ano. A transferência é uma antecipação de parte da verba que anualmente o Poder Legislativo devolve ao Executivo, fruto da economia na administração da Casa.

Também prevista para o litoral é a construção da Ponte de Guaratuba. O edital de licitação de R$ 12,7 milhões para a escolha do consórcio de empresas para a realização dos estudos ambientais e execução do projeto de engenharia da ponte já foi lançado pelo Governo. Uma decisão da Justiça, no entanto, suspendeu o processo. Outro projeto de duplicação que beneficia o Litoral vai ampliar a capacidade de tráfego em 13 quilômetros da PR-407, entre os quilômetros 6 e 19, de Paranaguá até Praia de Leste, em Pontal do Paraná.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here