Incentivo ao primeiro emprego está em baixa em Curitiba

(Foto: colaboração)

A base aliada do prefeito Rafael Greca (DEM) rejeitou projeto de estímulo ao emprego para a juventude, na sessão desta terça-feira, na Câmara Municipal de Curitiba, e como resultado, uma avalanche de mensagens contra os vereadores que votaram contra.

A mobilização nas redes sociais convoca os curitibanos para rejeitar os parlamentares que são contra políticas públicas de geração de emprego e renda na capital do Paraná.

Os contrários a proposição foram: Bruno Pessuti (Pode), Cristiano Santos (PV), Dona Lourdes (PSB), Ezequias Barros (PMB), Julieta Reis (DEM), Maria Manfron (PP), Mauro Bobato (Pode), Oscalino do Povo (PP), Osias Moraes (REP), Pier Petruzziello (DEM), Serginho do Posto (DEM) e Thiago Ferro (PSC).

Os favoráveis: Professor Euler, Cacá Pereira (Patri), Dalton Borba (PDT), Herivelto Oliveira (CDN), Kátia Dittrich (SD), Marcos Vieira (PDT), Maria Letícia (PV), Mestre Pop (PSD), Noêmia Rocha (MDB), Professora Josete (PT) e Professor Silberto (MDB).

As críticas sobraram até mesmo para aqueles que fugiram da votação ou que não estavam presentes na sessão, já que apenas 24 votaram: Beto Moraes (PSD), Colpani (PSB), Geovane Fernandes (Patri), Jairo Marcelino (PSD), Mauro Ignácio (DEM), Paulo Rink (PL), Rogério Campos (PSD), Tico Kuzma (Pros), Toninho da Farmácia (DEM) e Zezinho do Sabará (DEM).

Não votaram: o presidente Sabino Picolo (DEM) e a vereadora Fabiane Rosa, que se encontra presa.

14 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here