Sem recursos, Saúde limita inalação nas UBS

Unidade de Saúde Sabará (Foto: Everson Bressan/SMCS)

Até o início da pandemia de coronavírus, em março, era comum as Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Curitiba receberem pacientes para realizarem o serviço de inalação dentro das instalações, mas agora tudo mudou, só se for emergência e por exigência médica.

Os caninhos utilizados para a inalação foram limitados, a desculpa: pelo risco de ao se colocar a medicação e fazer o serviço, o paciente pode ter o coração acelerado, sofrer um infarto e morrer dentro da unidade.

A Saúde nega falta de recursos, mas funcionários, afirmam que a medida é para economizar, hoje, a prefeitura controla até mesmo as máscaras usadas pelos servidores da saúde, passando por cima do protocolo de se trocar a cada duas horas, para ter no dia seguinte.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here