Hussein Bakri destaca aprovação de projetos de socorro econômico

Hussein Bakri (Foto: Euclides Cardoso/Alep)

Líder do Governo na Assembleia Legislativa do Paraná, o deputado Hussein Bakri (PSD) destacou a aprovação de dois projetos de apoio econômico aos municípios e ao setor produtivo do Paraná em meio à pandemia do coronavírus. As propostas – aprovadas por unanimidade em primeira votação – oferecem condições melhores de crédito a produtores rurais dentro do Banco do Agricultor e também a trabalhadores, empresas e municípios em momentos de situação de emergência ou calamidade pública.

“A sociedade paranaense precisa de respostas urgentes e efetivas no enfrentamento ao coronavírus. A prioridade número um é salvar vidas e, para isso, o Governo está dotando de recursos e infraestrutura na área da saúde. E, em paralelo, também vem tomando as medidas econômicas necessárias para minimizar ao máximo os impactos da quarentena no bolso dos paranaenses”, afirmou Hussein Bakri.

Enviado ao Legislativo pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), o projeto 130/2020 prevê que R$ 35 milhões do Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDE) possam ser ofertados neste ano sob condições mais vantajosas de financiamento a cooperativas, produtores rurais e agroindústrias com faturamento de até R$ 4,8 milhões por ano. Viabilizados por meio da Fomento Paraná e do BRDE, os benefícios – que serão estabelecidos posteriormente por decreto – farão parte do Banco do Agricultor Paranaense, cujo objetivo é fomentar a principal base produtiva estadual, gerando emprego e renda, diminuindo a pobreza e a vulnerabilidade social, e garantindo um ambiente do agronegócio promissor, eficiente e seguro.

Já o socorro econômico para manter empregos durante a pandemia do coronavírus está previsto no projeto 131/2020, dentro do programa Recupera Paraná. A proposta permite que a Fomento Paraná apoie a recuperação de trabalhadores formais e informais, micro, pequenas e médias empresas, e também prefeituras nas situações de calamidade ou emergência como a vivida hoje. Pelo texto, serão ofertadas condições especiais de prazo e custos, oferecendo até mesmo linhas de crédito a juro zero em alguns casos.

1 COMENTÁRIO

  1. Não adianta oferecer empréstimo para pessoas e para empresas, isso não resolve o problema, ninguém quer se enforcar com dívidas. Deixem o povo trabalhar, ganhar o próprio sustento. Pensem em apoiar idosos, população de risco, mas os demais só precisam de uma coisa: trabalho!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here