Curitiba não está preparada para a luta contra o coronavírus

Os servidores da saúde da capital paranaense estão em estado de alerta desde quinta-feira, após a reunião entre o ‘staff’ do prefeito Rafael Greca (DEM) e os representantes dos sindicatos dos servidores, onde um diretor da Secretaria Municipal da Saúde comunicou que as máscaras de proteção, aventais descartáveis e os pijamas cirurgicos só serão liberados no auge da crise do coranavírus, por problemas de estoque.

Uma carta aberta ao curitibano e curitibinhas foi divulgada nos grupos de funcionários da saúde:

Nós servidores da saúde estamos em pânico.

Somos desvalorizados.

Eu trabalho só de jaleco, e máscara das brancas cirurgicas para me proteger e não a recomendada.

A mesma roupa que saio de casa é a mesma que trabalho e volto no ônibus.

A maioria dos servidores, que estão com medo de transmitir a doença estão comprando pijama cirúrgico para trabalhar, para não usar a sua própria roupa. Um pijama cirúrgico é 130 reais.

Tentei comprar o branco em um dia venderam só para uma pessoas 20 últimos P, M e G total 60 unidades para uma só.

Em média teríamos que ter 2 kit, em quanto um lava e seca usamos outro.

Não tem avental descartável nem para os médicos.

Olhem na Itália e china a roupa de proteção.

Desculpem o desabafo.

Se você estão com medo, imaginei nós da saúde, que temos que lavar nossas roupas todos os dias e não temos abatimentos nem na água e nem.na luz.

Pedimos suas orações.

4 COMENTÁRIOS

  1. Na cabeça oca do prefeito Greca, Curitiba é uma cidade perfeita, nem corona virus nós temos, a Marcia Ursolate acabou com todos os coronas. Mas na realidade os profissionais da Saúde estão à perigo! E o Secretário pixuleco de Rh, onde se esconde, o que faz pra resolver esse problema? Nada?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here