Ex-prefeito de Maringá é multado por inexigibilidade indevida em licitação

Carlos Roberto Puppin (Foto: divulgação)

O Pleno do Tribunal de Contas do Paraná (TC-PR) multou o ex-prefeito de Maringá Carlos Roberto Pupin (gestão 2013-2016) em R$ 3,183,30 – quantia válida para pagamento em fevereiro.

O gestor foi penalizado por ter realizado contratação via processo de inexigibilidade de licitação fora das hipóteses legais.

Segundo Daniella Mona Carvalho, a prefeitura utilizou irregularmente o procedimento para recontratar, em 2015, a DB1 Informática Ltda.

O objetivo era que a empresa fornecesse manutenção e suporte técnico do sistema de gestão da informação da Secretaria Municipal de Saúde de Maringá, por ela expandido e atualizado, conforme contrato firmado em 2012, como resultado de concorrência pública.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here