Gaeco cumpre mandados e afasta servidores suspeitos de fraudar licitações em Cruzeiro do Sul

(Foto: divulgação)

O G1 Paraná informa que dois servidores da Prefeitura de Cruzeiro do Sul, no noroeste do Paraná, foram afastados das funções na manhã desta terça-feira (21) durante uma ação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) que investiga fraude em licitações do município.

De acordo com o Ministério Público do Paraná (MP-PR), seis mandados de busca e apreensão foram cumpridos durante a manhã, sendo três em Cruzeiro do Sul e três em Paranavaí, também no noroeste.

Os mandados foram cumpridos na Prefeitura de Cruzeiro do Sul, nas casas dos servidores e, também, nas residências de três empresários que são investigados.

O MP-PR informou que os servidores e empresários fraudaram licitações entre os anos de 2015 e 2016. Conforme a denúncia, os suspeitos utilizavam documentos falsos e empresas de fachada nos procedimentos.

Os investigados foram denunciados por associação criminosa e fraude em licitação, segundo o MP-PR.

Os servidores públicos investigados estão impedidos de entrar na Prefeitura de Cruzeiro do Sul.

Os nomes dos investigados ainda não foram divulgados pelo MP-PR, e o processo corre em segredo de Justiça.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here