TSE proíbe partidos de repassarem recursos a políticos de outra coligação

Palácio Rio Branco (CMC/arquivo)

A eleição de quatro de outubro de 2020 vai ter modificações importantes para muitos candidatos a vereador de Curitiba, principalmente aqueles que nos últimos três anos apoiaram o prefeito Rafael Greca (DEM) e esperam um pouco de compaixão na distribuição do fundão eleitoral: pela primeira vez os partidos que não participarem da coligação na majoritária estão proibidos de receber recursos.

A mudança foi feita pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para evitar as tradicionais traições partidárias: um candidato, mesmo tendo um nome para prefeito, apoiava um outro mais forte e em troca, recebia uma ajuda financeira.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here