PMN tenta retomar protagonismo político no legislativo

Chico do Uberaba e Francisco Filho (Foto: Facebook)

Em 2016, o então vereador Chico do Uberaba convenceu o medebista Rafael Greca a se filiar ao PMN, a partir dai a história mudou e o PMN conseguiu a Prefeitura de Curitiba, cresceu na capital paranaense, mas no ano passado, Greca se mandou para o Democratas, esvaziando o partido e uma nova história precisa ser reescrita.

Agora, em 2020, Uberaba é presidente estadual da legenda e busca reviver a legenda e para fazer isso entregou o diretório municipal para o herdeiro político, Francisco Filho – teve que partir do zero, reestruturando a legenda, filiando novas lideranças para montar uma chapa competitiva, hoje, com 40 pré-candidatos e sem filiado com mandato na chapa, pretende conquistar pelo menos duas cadeiras na Câmara Municipal de Curitiba, na eleição de quatro de outubro de 2020.

10 COMENTÁRIOS

  1. NÃO VAMOS ESQUECER QUE ESTE CIDADÃO QUANDO VEREADOR DISSE QUE PAGAVA PARA TRABALHAR GANHANDO 15.000 MENSAIS! SERÁ QUE COM UM SALÁRIO MÍNIMO ELE CONSEGUE VIVER? HOJE É COMISSIONADO DA PREFEITURA, NÃO FAZ NADA O DIA INTEIRO E RECEBE QUASE 18.000 PAUS POR MÊS, E AINDA ARRUMOU UMA BOQUINHA PARA O FILHO QUE TAMBÉM SÓ SE ENCOSTA.

  2. Dois oportunistas vejam o salário deles na prefeitura de Curitiba pra não fazerem nada !
    Fora GRECA E SEUS PUXA SACOS !
    Esse não vai fazer 500 votos !
    Insignificantes …

  3. O Chico é um visionário, trouxe o Rafael para o partido, fez o canal para eleger o Greca. Disse que a cidade não tinha manutenção, e de fato, e disse que vereador pela importância do cargo, tamanho, PIB da cidade deveria ganhar proporcionalmente. Os que criticam e falam mal, são oponentes, invejosos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here