O primeiro presente de Rafael Greca para 2020

Paulo Rossi, Ney Leprevost, Márcio Paulik e Fernando Francischini (Foto: Facebook PR)

O Natal em dezembro é um mês especial, de presentes, de renovar esperanças e principalmente de entendimento, mas para o prefeito Rafael Greca (DEM) esses momentos estão distantes e de realidade virou um sonho perdido em uma noite de verão.

No próximo ano teremos eleições e os antigos aliados estão puxando o time, bem no período natalino, como foi o caso do Solidariedade de Curitiba, que busca hoje uma aliança com o PSD, de Ney Leprevost, e o PSL, de Fernando Francischini – há alguns meses, quando da posse do presidente estadual Márcio Paulik, Greca era o único pré-candidato convidado, e em dezembro ele foi o único dispensado.

Paulo Rossi, novo comandante da sigla na capital paranaense soltou o verbo de como será o direcionamento visando 2020: “Para o bem de Curitiba, precisamos construir uma alternativa para a nossa capital, com projetos voltados às pessoas. Floreiras embelezam a cidade, mas a prioridade tem que ser o cidadão, com mais empregos, saúde e educação.”

5 COMENTÁRIOS

  1. Valorizar e respeitar o cidadão. Dar dignidade e principalmente acesso à Ci da de. Questões de burocracias e as cabeças pensantes do município criaram cordões de isolamento na região do cachoeira. Analisem que dezenas de famílias, não tem seus direitos reais reconhecidos, pois, o mapa de zoneamento não permite, ainda que vivem no local há décadas…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here