Ney Leprevost e Sérgio Moro defendem prisão em segunda instância

Sergio Moro e Ney Leprevost (Foto: divulgação)

Em comemoração ao Dia Nacional da Justiça e da Família, dia 8 de dezembro, o secretário da Justiça, Família e Trabalho do Governo do Paraná (Sejuf), Ney Leprevost, homenageou o vice-presidente da República, General Hamilton Mourão, e o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, como expoentes que lutam por um país melhor.

O secretário Leprevost abriu a cerimônia ressaltando que é preciso garantir a preservação da ordem, da Lei, da Constituição e da democracia, destacando como os agradecimentos ao vice-presidente Mourão e ao ministro Moro. “Quem diria que um juiz sozinho conseguiria mudar um país inteiro. Sergio Moro, hoje ministro no governo de Bolsonaro, enfrentou forças poderosíssimas em nome da pátria do nosso país”, enfatizou Ney. “Apoiamos a aprovação da prisão em segunda instância dos criminosos que já foram julgados”, completou.

Homenageados – Na solenidade, ocorrida no Teatro Fernanda Montenegro, no Shopping Novo Batel, em Curitiba, outras personalidades ligadas à Justiça e à Cidadania foram homenageadas. Dentre elas, os ministros do Superior Tribunal de Justiça Nefi Cordeiro e Joel Ilan Paciornik; o vice-governador do Paraná, Darci Piana; e o presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira; o superintende da Polícia Federal do Paraná, delegado Luciano Flores de Lima; comandante da 5ª Região Militar, General Aléssio Oliveira da Silva, comandante Geral da Polícia Militar do Paraná, coronel Péricles de Matos; comandante do Corpo de Bombeiros do Paraná, coronel Samuel Prestes, e a procuradora-geral do Estado do Paraná, Letícia Ferreira. 

Redução da criminalidade e projeto anticrime  – O ministro Sergio Moro falou sobre a redução na criminalidade ocorrida em 2019. “Temos trabalhado intensamente no Ministério de Justiça para diminuir o crime organizado, a criminalidade e a corrupção e temos visto excelentes resultados, com redução dos principais indicadores criminais em todo o país – mérito compartilhado com as forças de segurança pública dos Estados, como no Paraná.”

Para Moro, a Câmara dos Deputados deu um passo importante ao aprovar, ainda que parcialmente, o projeto anticrime enviado pelo governo federal. “Agora vamos trabalhar para aprová-lo o quanto antes no Senado, conversando com os parlamentares e buscando convencê-los de sua importância”.

4 COMENTÁRIOS

  1. Os homens íntegros do quilate de Moro, Leprevost, Francischini, Arns, se unem a favor da prisão em segunda instância. Do lado errado da História, como sempre, está o Prefeito de Curitiba com seu Secretário Pixuleco! Uma vergonha para a Cidade!

Deixe uma resposta para Dalto Rocha Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here