Orquestra Sinfônica apresenta últimos concertos de 2019

Orquestra Sinfônica do Paraná (Foto: AEN)

A Orquestra Sinfônica do Paraná apresenta neste domingo (10), às 10h30, no Guairão, o primeiro concerto de sua programação especial para o fim do ano. Com regência do maestro-titular Stefan Geiger, o Concerto Heroico terá ingressos no valor de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada). No sábado (16), será a vez do espetáculo My Fair Lady, que contará com 14 trechos do musical clássico e será cantado ao vivo em português.

CONCERTO HEROICO – No Concerto Heroico, a violinista Sarah Christian será a solista com a Orquestra e tocará o Concerto para Violino nº 1, de Max Bruch.

Além da peça com a solista, completa o programa a obra Vida de Herói, de Richard Strauss.

Max Bruch foi contemporâneo das diferentes correntes musicais que dominaram o romantismo musical europeu na segunda metade do século XIX. Entretanto, manteve-se apegado a um conservadorismo radical – não apenas na música como em suas convicções político-sociais.

O primeiro dos três concertos para violino de Bruch mantém inabalável prestígio entre os solistas e o público, atraídos pelo virtuosismo de sua escrita violinística e pela grande riqueza melódica.

STRAUSS – A obra Vida de Herói faz parte de uma série de poemas sinfônicos do compositor. Nela, Strauss transporta o conceito literário da jornada do herói para a linguagem da música sinfônica. Os cinco movimentos retratam o herói, seus inimigos, sua companheira, suas obras de paz e suas conquistas.

Quem conhece música sinfônica poderá perceber trechos de outras obras famosas de Richard Strauss em Vida de Herói. Os temas de Assim Falava Zaratrusta, Don Quixote e Macbeth aparecem como obras de paz do herói no quinto movimento do poema sinfônico.

Segundo Stefan Geiger, para a orquestra tocar Uma Vida de Herói é um grande desafio. Serão 92 músicos no palco, e a obra exige muita técnica e preparo por parte da orquestra. “É uma obra que demanda muito de cada um dos solistas, mas acima de tudo é uma obra com senso de humor”, disse o maestro.

Nessa peça, o compositor deixou mensagens escondidas na música que faziam piadas com Edward Hanslick, um crítico musical da época e principal antagonista de Strauss No movimento em que descreve a companheira do herói, o violino solo imita a voz soprano da esposa de Strauss, discutindo com os sons graves da orquestra que representam o herói.

SERVIÇO: Concerto Heroico.

Data: 10 (domingo).

Horário: 10h30.

Local: Auditório Bento Munhoz da Rocha Neto – Guairão – Rua Conselheiro Laurindo S/N – Centro – Curitiba – Paraná.

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here