Sindicatos acusam prefeitura de fugir da negociação salarial

Manifestação de servidores (Foto: Facebook/Sismuc)

O Sismmac e o Sismuc estão em pé de guerra com a gestão do prefeito Rafael Greca (DEM) para conseguirem reajuste salarial, estimado em 10%, e apontam esse o valor da inflação acumulada de março de 2016 a outubro de 2019 como necessário para repor todas as perdas causadas pelo Plano de Recuperação Fiscal.

Segundo o sindicato, o percentual já desconsidera os 3% do final do ano passado.

Em contrapartida, a prefeitura pediu a revisão do valor e estaria cogitando congelar o salário do funcionalismo municipal – como resposta, haverá amanhã, às 18h30, no Hotel Hara, uma assembleia conjunta para debater a paralisação do serviço público.

7 COMENTÁRIOS

  1. Quaisquer gestor antes do pleito tinha de propor metas e forma de equilibrio das contas, pois caso contrário sempre será vendedor de ilusões.
    As cidades, os Estados teriam de ser avaliados, para que não sejamos reféns de ciclos eleitorais.
    Sindicatos começa a manifestar indignação somente em vespera de campanha, quando as perdas já vêm desde 2016.

  2. Esses sindicatos não servem pra nada, o prefeito está enfiando no fiofó dos servidores desde que começou esse governo e nada acontece. O prefeito tem um secretário-pixuleco na secretaria de Rh e os sindicatos não mexeram as nádegas para exigir uma investigação séria sobre o caso da Cotrans. Se depender dos sindicatos os servidores não tem alternativa. O jeito é resolver o assunto na próxima eleiçào e mandar o grequinha as favas!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here