Assembleia do Paraná vira sala de aulão para o ENEM

Com o Plenário da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) lotado, mais de 700 estudantes da rede estadual de ensino acompanharam na manhã de hoje (13) mais um “aulão” especial preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Milhares acompanharam a aula pela TV Assembleia e pelas redes sociais.

É o “Assembleia no Enem”, projeto desenvolvido pela Diretoria de Comunicação da Assembleia Legislativa do Paraná que também disponibiliza gratuitamente mais de 500 videoaulas com matérias que vão ajudar o desempenho dos estudantes no exame.

Durante a abertura oficial do Aulão, o presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano (PSDB), afirmou que projetos como o “Assembleia no Enem” oxigenam o Poder Legislativo e promovem uma ação eficaz em benefício da juventude e da educação.

“É possível acreditar no nosso Estado e nosso país quando há uma geração tão cheia de vontade de superar os obstáculos e de acreditar na possibilidade que o Brasil pode dar certo.

Nós acreditamos na educação e é por isso que abrimos as portas do Legislativo.

É para podermos trabalhar integrados em busca do que esses alunos sonham, que é ir bem nas provas do Enem e ingressar na universidade”, declarou Traiano.

Para o primeiro secretário da Assembleia, deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB), o Brasil precisa investir muito mais em educação e que a realização do “Assembleia no Enem” é um gesto significativo em busca da construção de uma grande nação.

O coordenador da ONG Instituto Educacional Eureka, professor Marlus Geronasso, agradeceu a toda Mesa Diretora pela parceria e também a todos os professores que participaram da realização de mais uma edição do aulão preparatório para o ENEM realizado na Assembleia.

“Sempre digo a todos: a Assembleia Legislativa do Paraná tem feito muito em favor da educação e este aulão é a prova cabal disso. Esta é uma atitude concreta em prol da educação. Com ações como esta, todos nós temos certeza que a educação sempre será um assunto pautado por essa Casa de Leis”, disse Geronasso.

Também participaram da abertura os deputados Professor Lemos (PT) e Delegado Recalcatti (PSD), e a diretora de Comunicação da Assembleia, jornalista Kátia Chagas.

No Aulão desta terça-feira, os estudantes acompanharam durante o Aulão a revisão de conteúdo nas áreas das Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Matemática, além de Redação e Linguagens, realizada pelos professores da ONG Instituto Educacional Eureka, parceira do projeto.

O evento foi transmitido ao vivo pelo Facebook, pelo site da Alep e pela TV Assembleia.

O projeto – O projeto “Assembleia no Enem” começou em 2016, quando a Diretoria de Comunicação passou a exibir na TV Assembleia aulas de preparação para o Enem, ministradas pelos professores da ONG Instituto Educacional Eureka. Além das aulas, surgiu a ideia inédita no país de promover um aulão no plenário da Assembleia. A iniciativa foi um sucesso e já foram realizados 4 aulões, com a presença de mais de 2500 alunos, transmitidos ao vivo pela TV Assembleia e redes sociais do legislativo paranaense.

Também foi produzido um site próprio do Programa (http://www.assembleia.pr.leg.br/assembleia_no_enem/) para que os alunos possam estudar, com as 500 videoaulas, que também são exibidas pela TV Assembleia. Além disto, a Diretoria de Comunicação produziu e distribuiu 3000 apostilas de exercícios. No site do projeto estão disponíveis apostilas online, com exercícios de provas anteriores do ENEM que podem ser baixadas para a resolução dos exercícios.

Ainda dentro da proposta do projeto Assembleia no Enem, em 2016 a Assembleia Legislativa promoveu o 1º Concurso de Redação, que mobilizou 50 mil alunos das escolas públicas de Curitiba. Estudantes das 132 escolas estaduais participaram do concurso com o tema: ”Como o cidadão pode participar de maneira efetiva das discussões e da elaboração de projetos de lei na Assembleia Legislativa do Paraná?”.

O programa Assembleia no Enem tem ainda o apoio do Núcleo Regional de Educação de Curitiba da Secretaria de Estado da Educação (SEED) e do Grupo Educacional Uninter.

Enem – Criado em 1998 pelo Ministério da Educação (MEC), o Exame Nacional avalia o desempenho do estudante e ajuda os participantes no acesso à educação superior, financiamento estudantil, desenvolvimento pessoal, além de promover melhorias na educação. O exame é aplicado em dois domingos e tem quatro provas objetivas, com 180 questões, além de uma redação. Neste ano, as provas ocorrerão nos dias 3 e 10 de novembro.

Presidente Ademar Traiano com alunos e professores do aulão (Foto: Nani Gois/Alep)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here