Greve convocada pela FES parece atender interesses políticos

A greve dos professores e funcionários estaduais deflagrada no Paraná pelo Fórum de Entidades Sindicais (FES) parece atender apenas interesses partidários do PT e do PSOL.

A maioria dos servidores não aderiu a grave e mostra o sindicalismo partidário perdendo fôlego no Paraná neste período de dificuldade econômica.

A Polícia Civil, a Polícia Militar, Professores e funcionários de setores como administração, saúde e outros trabalharam normalmente na manhã desta terça-feira, dia 25.

Os dirigentes sindicais deixam transparecer a máxima do “quanto pior, melhor”, para voltarem ao poder, levando o Estado a enfrentar dificuldades financeiras e ficar na lista das economias falidas, como as do Rio de Janeiro e Minas Gerais, onde são frequentes os atrasos salariais de servidores ativos e aposentados.

Com a esquerda fora do poder nacionalmente, bandeiras precisam ser hasteadas para manter o grupo unido e mobilizado.

O setor da Educação teve adesão de aproximadamente 20% em todo Estado, apesar da APP-Sindicato dizer o contrário.

(Foto: APP/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here