Jaleco & Justiça

Leandro Mazzini informa que a 2ª Vara Criminal do Rio de Janeiro adiou o julgamento do ex-presidente do Conselho Federal de Enfermagem Gilberto Linhares, acusado de duplo homicídio qualificado.

Ele já foi preso pela PF, suspeito de desvios de verba do Cofen, e é réu na ação como suposto mandante do assassinato do casal Marcos e Edma Valadão, então diretores do Conselho estadual no Rio. Hoje, Linhares vive em Sergipe.

Gilberto Linhares (Foto: Twitter)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here