Assembleia entrega título de Cidadão a Oriovisto Guimarães

O senador Oriovisto Guimarães (PODE) recebeu o título de Cidadão Honorário do Paraná concedido pela Assembleia Legislativa. A entrega foi em sessão solene, comandada pelo presidente da Casa, deputado Ademar Traiano (PSDB), com a presença do governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD). O título foi resultado de uma proposta do deputado estadual e atual secretário de Turismo Márcio Nunes.

A homenagem ao empresário, natural do estado de São Paulo, reuniu autoridades dos três poderes do Estado, além de colaboradores, professores e alunos do Grupo Positivo, instituição fundada por ele em 1972. “Nem em meus sonhos imaginei que este dia aconteceria, ser reconhecido pelo meu Paraná, estado em que passei toda a minha vida. É uma honra imensa e motivo de grande orgulho”, afirmou Oriovisto Guimarães.

Para o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano (PSDB), o evento, acompanhado por autoridades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, reflete o prestígio de Oriovisto Guimarães como empresário e político. “É um empreendedor visionário que fez uma revolução no ensino paranaense, um grande gerador de empregos que tem função primordial na defesa do nosso estado, em Brasília, como senador. Nada mais junto do que reconhecer o trabalho deste homem, um símbolo do Paraná”, frisou.

“A história do professor Oriovisto é de um homem de muita luta, que veio de baixo e construiu um grande projeto educacional. Como senador tem ajudado muito nosso estado, se empenhado em políticas públicas e com posicionamento em favor do país. Era o mínimo que o Paraná poderia fazer, reconhecer uma pessoa que se tornou paranaense e construiu toda a sua vida profissional e familiar no estado”, destacou o governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD).

Fizeram parte da mesa de honra ainda os senadores Alvaro Dias (PODE) e Flávio Arns (REDE); o vice-governador, Darci Piana; o desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ/PR); o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel; o desembargador Gilberto Ferreira, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná; o secretário chefe da Casa Civil, deputado Guto Silva (PSD); o 2º secretário da Alep, deputado Gilson de Souza (PSC); e o líder do governo no Legislativo, deputado Hussein Bakri (PSD).

Oriovisto Guimarães foi um dos fundadores do Grupo Positivo, o qual presidiu por 40 anos, tornando-o um dos principais grupos educacionais, industriais gráficos e de informática do Brasil.  Nascido no estado de São Paulo, na cidade de Batatais, veio para o Paraná aos três anos de idade e morou nas cidades de Bela Vista do Paraíso, Mandaguari, Apucarana e Curitiba, onde cursou Economia na Universidade Federal do Paraná (UFPR). Deu aula particular de matemática até iniciar sua jornada como professor de cursos preparatórios para vestibular.  

Em 1972, junto a colegas professores, fundou o Curso Positivo. Depois vieram as escolas de ensino médio e fundamental; a Posigraf- uma das maiores gráficas e editoras do país; a Universidade Positivo, da qual foi fundador e primeiro reitor, cargo que ocupou durante dez anos; e a Positivo Informática, hoje a maior fabricante brasileira de computadores. Em 2006, tornou-se membro titular da Academia Paranaense de Letras, ocupando a cadeira de número seis.

Em 2012, deixou a presidência do Grupo com cerca de dez mil funcionários e mais de um milhão de alunos que utilizam o método de ensino do Positivo no Brasil e no exterior.  Em 2018, aos 72 anos, filiado ao partido Podemos, assumiu um novo desafio: trabalhar pela transformação da forma como a política é feita no país. Foi eleito senador pelo estado do Paraná em primeiro lugar, com 2.957.239 votos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here