Gleisi Hoffmann e Ricardo Barros questionam Sérgio Moro em rede social

Não foi surpresa a deputada federal Gleisi Lula Hoffmann publicar em rede social falando que – artigo 317 do CP, corrupção passiva: “Solicitar ou receber, para si ou para outrem, direta ou indiretamente, ainda que fora da função ou antes de assumi-la, mas em razão dela, vantagem indevida, ou aceitar promessa de tal vantagem”. É no que incorreu Sérgio Moro ao barganhar vaga no STF.

Surpresa é ver a declaração de Ricardo Barros (PP) “Moro queria o STF. Era difícil sair de juiz de primeira instância para o STF. Causaria rejeição na corporação dos magistrados. Aceitou o ministério da justiça como trampolim e transição. Agora diz que não, desmentindo Bolsonaro, porque quer o lugar dele, a presidência do Brasil”.

As apostas sempre foram que o ministro da Justiça Sérgio Moro sempre desejou uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF).

4 COMENTÁRIOS

  1. Quem é Ricardo Barros para criticar o Sérgio Moro. Sua esposa, Cida Borghetti, Governadora do Parananá por 1 ano, deu entrada no pedido de aposentaria por exercer mandato de Governadora. VERGONHA.
    Gleisi precisa contar o que acoonteceu durante o período em que foi diretora da Itaipu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here