MDB nacional indefere pedido de intervenção no diretório do Paraná

Angelo Rigon informa que o senador Romero Jucá, presidente nacional do Movimento Democrático Brasileiro, negou pedido feito pelo ex-presidente do partido em Maringá, Umberto Crispim de Araújo, para decretar intervenção no diretório estadual do MDB. Hoje o MDB local é dirigido por uma provisória, encabeçada pelo vice-prefeito Edson Scabora.

A alegação para o pedido de intervenção no Paraná era de que o diretório estadual havia descumprido disposições do estatuto e do código de ética do partido. O diretório teria utilizado a verba do fundo partidário para o pagamento de multas eleitorais e que membros da sigla deixaram de apoiar o candidato do partido a presidente da República.

Romero Jucá indeferiu o pedido em decisão exarada segunda-feira. Ele levou em consideração o parecer da assessoria jurídica do partido, “que opinou pelo seu não recebimento, porque deficientemente fundamentado, ressalvando por outro lado, que a decisão sobre a procedência ou não do pedido é eminentemente política, constituindo-se como matéria interna corporis do partido”.

Segundo o presidente nacional do MDB, as alegações feitas não justificam o deferimento, “sendo certa que a intervenção em órgão partidário é medida excepcional e o seu simples processamento, por si só, tem o condão de gerar danos ao órgão regularmente constituído”. O pedido foi feito depois que o diretório estadual dissolveu o diretório de Maringá, entre outros motivos, pela fraco desempenho político-eleitoral nos últimos anos e porque o presidente local não apoiou a candidatura própria do MDB ao governo do estado, preferindo trabalhar e apoiar a candidata do PP.

Romero Juca (Foto: Agência Senado)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here