Câmara de Curitiba rejeita proposta de repúdio da esquerda

Os vereadores da Câmara Municipal de Curitiba (CMC) não caíram no discurso da esquerda e rejeitaram ontem a moção de repúdio pelo contingenciamento de 30% das verbas das universidades federais, em especial a do Paraná.

A justificativa era de que cortes aconteceram nos governos Lula e Dilma e Professora Josete (PT) não apresentou requerimentos semelhantes, além “do partido dela ter sucateado a educação”, segundo Ezequias Barros (PRP).

Professora Josete (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here