Após decisão do STJ, juiz dá prazo para manifestação de réus da Operação Rádio Patrulha

O G1 Paraná informa que o juiz Fernando Fischer, da 13ª Vara Criminal de Curitiba, deu prazo de dez dias para manifestação das defesas dos 13 réus da Operação Rádio Patrulha sobre contratos com o Governo do Paraná de empresas que prestavam serviço de manutenção de estradas rurais.

A determinação desta segunda-feira (25) foi tomada após decisão da 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) pela volta da tramitação do processo, que estava suspenso, na terça-feira (23).

O ex-governador Beto Richa (PSDB), o irmão dele e ex-secretário estadual, Pepe Richa, e outras 11 pessoas são réus por crimes como corrupção e fraude a licitação. Veja quem são os réus e os crimes pelos quais respondem.

A Operação Rádio Patrulha, do Ministério Público do Paraná (MP-PR), investiga um esquema de propina para desvio de dinheiro público por meio de licitações no programa “Patrulha do Campo, para recuperação de estradas rurais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here